Novo truque é usado por cibercriminosos para escapar da prisão

83

A batalha entre criminosos e as autoridades segue no mundo cibernético. Vários cibercriminosos têm sido pegos nos últimos anos por causa de suas ações ilícitas. Muitas técnicas novas são capazes de rastrear as moedas criptográficas através das blockchains. Tecnologias avançadas são capazes de verificar todas as transações públicas entre carteiras. Mas a natureza anônima das moedas criptográficas está aumentando a dificuldade de rastreamento.

Crédito: krazytech.com

Recentemente os cibercriminosos estão usando um novo truque diabólico para “limpar” seus rastros digitais. O novo serviço foi lançado na dark web e está oferecendo aos criminosos uma maneira de evitar qualquer marca online.

Crédito: knowledge.insead.edu

O cientista chefe e fundador do fornecedor de análises Dr. Tom Robinson explicou: “Estamos vendo criminosos começarem a lutar contra a análise de blockchains e este serviço é uma novidade”. Ele também acrescentou: “O termo é Antianálise e os criminosos podem agora verificar suas próprias carteiras Bitcoin e ver se qualquer associação com atividade criminosa podem ser achadas pelas autoridades”.

Crédito: economictimes.com

Ele diz que a descoberta mostra como as redes de crimes cibernéticos estão se tornando sofisticadas e estão tentando evitar ser pegos. O Dr. Robinson declarou: “É uma técnica muito valiosa. Se seus fundos estão contaminados, você pode então fazer mais lavagem e tentar remover essa associação com a atividade criminosa até que você tenha moedas limpas”.

Crédito: citysecuritymagazine.com

Esta nova tendência pode tornar a segurança cibernética mais difícil. A lei pode precisar de um esforço maior para ser aplicada e garantir a segurança do mundo cibernético. É por isso que os governos de todo o mundo estão tentando enfrentar o crescente problema da lavagem de dinheiro através de moedas criptográficas e de pirataria nas mídias sociais.